livraria on-line

bibliographias@gmail.com / 934476529

.

.

14 de fevereiro de 2015

História do Futuro (IV)

É pelo trabalho que os homens enriquecem, e aqueles que trabalham são mais queridos pelos deuses. Trabalho não é vileza, vileza é não trabalhar. Se trabalhares, depressa o indolente te invejará a prosperidade. O mérito e a glória acompanham a riqueza. (...) Uma vergonha pouco recomendável acompanha o indigente. A vergonha está junto da desgraça; a confiança, da felicidade.

(Hesíodo, Os Trabalhos e os Dias, adaptação livre. Em vez de andarem a perder tempo com planos de reestruturação e reuniões infrutíferas, Tsypras e Varoufakis fariam bem melhor em dar estas linhas a ler a Merkel, Schäuble e Cia. Talvez fossem súbitas a conversão helénica e a remissão integral da dívida.)