livraria on-line

bibliographias

bibliographias@gmail.com / 934476529

.

.

30 de novembro de 2019

20 de novembro de 2019

José Carlos Vasconcelos ― Canções para a Primavera

Edição de «O Comércio da Póvoa de Varzim», 1960. In- de 38, [2] págs. Br.

Primeira - e talvez única - edição do primeiro livro do autor (contava apenas 20 anos de idade), publicada na colecção «Paralelo» com tiragem restrita de 600 exemplares. Ilustrada, na capa e ao longo do volume, por bonitos trabalhos de Cipriano Dourado.

Exemplar em muito boa condição, sem qualquer defeito de relevo.
 
25€ (reservado)

16 de novembro de 2019

Fernando Guimarães ― As Mãos Inteiras

Iniciativas Editoriais (1971). In-8º peq. de 27, [5] págs. Br.

Um dos primeiros títulos de poesia publicados pelo autor, numa colecção que dispensará apresentações.
Dispomos de dois exemplares, ambos ainda por estrear.
 
10€

Fernando Guimarães ― poesia [1952-1980]

poesia [1952-1980] / com três desenhos de Armando Alves

o oiro do dia. (1981). In-8º de 163, [9] págs. Br.

A antologia recolhe composições dos trabalhos poéticos até então publicados pelo autor: A Face junto ao Vento, Os Habitantes do Amor, As Mãos Inteiras, Três Poemas e Mito, servindo de apresentação o texto «Narciso e o Encontro da Morte».
Além dos desenhos de Armando Alves é também apresentado em folha destacada um retrato fotográfico de Fernando Guimarães tirado por Vasco Graça Moura.

Exemplar valorizado por dedicatória de oferta manuscrita pelo próprio antologiado.

18€

15 de novembro de 2019

António Ramos Rosa ― Figura: Fragmentos

Figura: Fragmentos/com um desenho de Victor Fortes

(Dezembro/1980. Colecção o oiro do dia, executada na Inova/Artes Gráficas - Porto). In-4º gr. de 14, [2] págs. Br.
 
Primeira edição, impressa no figurino habitual da série «o oiro do dia», em folha inteira por abrir, recoberta por capa tripartida de cartolina; com o desenho de Fortes gravado em plaquette destacada, também solta, de papel couché.
Tiragem limitada a 250 exemplares numerados, em parte fora do comércio.
 
15€

14 de novembro de 2019

Joaquim Pessoa ― 125 Poemas: Antologia Poética

Litexa-Portugal. 1982. In-8º de 222, [2] págs. Br.

Antologia publicada na colecção «De Viva Voz», recolhendo composições de «O Pássaro no Espelho», «Poemas de Perfil», «Amor Combate», «Canções de Ex-Cravo e Malviver», «Português Suave», «Os Olhos de Isa», «Os Dias da Serpente» e «O Livro da Noite», a que foram acrescentados alguns inéditos. Com dedicatória a Urbano Tavares Rodrigues, reproduz ainda, a terminar, «Apontamentos Críticos» do mesmo Urbano e de Gaspar Simões, Mourão-Ferreira e João Barrento, entre outros.

Exemplar ainda em muito bom estado, marcado ao de leve apenas nas folhas preliminares e finais.
 
10€ 

13 de novembro de 2019

Francisco José Viegas ― fascínio da monotonia

Colecção Poesia – 1 / Fazer. publicações livres // 1982. In-8º esguio de 24, [8] págs. Br.

Se está certa a nota, terá sido o segundo título publicado por Viegas, que antes apenas fizera sair O Verão e Depois (1979), e que “Depois” desse “Verão” acabaria por trocar o verso pela prosa, sendo o resto da carreira sabido. Tiragem declarada de 500 exemplares, hoje naturalmente raros; estando este ligeiramente desdourado por algum desgaste da capa.
 
12€

António Sérgio S. da Silva ― chamada de longe

Colecção Poesia – 1 / Fazer. publicações livres // 1982. In-8º esguio de 21, [3] págs. Br.

Segundo título publicado nesta colecção, no mês consecutivo ao inaugural de Francisco José Viegas – colecção que provavelmente terá ficado apenas por estes dois.
Tiragem declarada de também 500 exemplares.

8€

12 de novembro de 2019

Fernando Guerreiro ― Poemas Interiores

Edição do Autor. (Composto e impresso na Tip. Freitas Brito, Lda. Lisboa). [S/d – Posf. 1980]. In-8º gr. de 67, [1] págs. Br.

Pouco frequente, de tiragem provavelmente pequena.
 
8€

11 de novembro de 2019

E. M. de Melo e Castro ― Enquanto Jactos e Hiatos (poemas)

Com Arte (1994). In-8º quadrado de [88] págs. Br.

Edição brasileira sob os auspícios da Universidade de São Paulo, impressa em papel encorpado com tiragem de 1000 exemplares – encontrando-se este ainda por estrear.
Salvo erro, o livro não chegou a sair em Portugal.
 
15€

8 de novembro de 2019

Manuel Alegre ― Um Barco para Ítaca

1971 (Este livro é edição do autor e foi composto e impresso na Tipografia Agueda / Alta Vila – Agueda). In-8º peq. de 64 págs. Br.

Primeira edição, publicada na colecção «Nosso Tempo» que antes fôra inaugurada com O Canto e as Armas. Anteriormente, Alegre publicara apenas Praça da Canção e, diz-se, um entretanto renegado e quase desconhecido livro de estreia que francamente cremos não ter nunca visto.

Exemplar quase impecável.
 
17€

Manuel Alegre ― Um Barco para Ítaca

centelha / Coimbra, 1974. In-8º de 64 págs. Br.

Embora já com a chancela da editora coimbrã, a edição aproveita a original – impressa aliás na mesma oficina de Águeda –, embora em formato ligeiramente maior e usando um tipo diferente.

Exemplar em bom estado, mas apresentando algumas marcas de uso: um ligeiro vinco marginal no pé das folhas e uma pequena mancha cercando também a base do encaixe.
 
10€

7 de novembro de 2019

Manuel Alegre ― Letras

centelha / Coimbra, 1974. In-8º de 44, [4] págs. Br.

“Este livro composto de poemas inéditos vem juntar-se à Praça da Canção, O Canto e As Armas e Um Barco para Ítaca, livros que no seu conjunto deram corpo a uma das vozes poéticas que mais alto ergueu [sic] a esperança histórica do povo português, mais marcadamente se exprimiu em consonância com a sua revolta. / Manuel Alegre dá-nos com Letras uma obra diferente das anteriores, mas inscrita na mesma trajectória duma poesia apontada ao coração do futuro”, assim rezava na capa a encomiástica nota de apresentação a este livrinho saído no ano da Revolução (Junho, escrito quase todo em Janeiro), num tempo em que o poeta era bastante mais considerado do que em 2018, quando meio país literato achou muito ridículo que ganhasse o Prémio Camões, achando depois em 2019 que Chico Buarque pelo contrário sim senhor, está muito bem. Consta ele de 23 composições, tantas quantas as letras do alfabeto – de A a Z – que toma por mote, num esquema aparentemente inspirado em Rimbaud.

14€

5 de novembro de 2019

Manuel Alegre ― Jornada de África

Jornada de África (Romance de Amor e Morte do Alferes Sebastião)

Publicações Dom Quixote/Círculo de Leitores. Lisboa, 1989. In-8º de 242, [2] págs. Br.

Primeira edição do primeiro romance do autor, que à mesma destinatária ofereceu este exemplar com a dedicatória manuscrita “um de D. Sebastião”.
 
15€

4 de novembro de 2019

Manuel Alegre ― Alma (romance)

Publicações Dom Quixote / Lisboa, 1995. In-8º de 225, [3] págs. Br.

Primeira edição deste interessante romance que chama Alma à Águeda da infância do autor – que ofereceu também este exemplar, logo no Natal de 1995, “Para a Fernanda, com Alma [aproveitando o título impresso] e um abraço”; também este exemplar sendo sublinhado pela dedicanda em várias passagens a marcador verde.
 
15€

1 de novembro de 2019

Manuel Alegre ― Sonetos do Obscuro Quê

Publicações Dom Quixote / Lisboa, 1993. In-8º de 81, [3] págs. Br.

Edição original, estando este exemplar valorizado por dedicatória de oferta manuscrita pelo próprio Alegre logo à data de publicação “Para a Ti Fernanda, com um xi-coração”; Ti Fernanda que infelizmente o assinalou a marcador fluorescente verde-escuro em alguns versos e títulos de composições.
 
15€

30 de outubro de 2019

Manuel Alegre ― Senhora das Tempestades (Prefácio de Vítor Aguiar e Silva)

Publicações Dom Quixote / Lisboa, 1998. In-8º de 75, [5] págs. Cart.

O livro agrupa os quatro ciclos «Senhora das Tempestades», «Coração Polar», «Livro do Pescador» e «O Puro Som».

Exemplar da série cartonada pelo editor da edição original.
 
12€

29 de outubro de 2019

Manuel Alegre ― Rouxinol do Mundo

Rouxinol do Mundo (Dezanove poemas franceses e um provençal subvertidos para português / Edição bilingue)

Publicações Dom Quixote / Lisboa, 1998. In-8º de 103, [5] págs. Br.

Tomando o título a André Breton, o volume agrupa uma série de versões dos gauleses Guilherme da Aquitânia, Villon, Joachim du Bellay, Alexis Felix Arvers, Nerval, Baudelaire, Mallarmé, Verlaine, Rimbaud, Apollinaire, Éluard, o próprio Breton, Aragon e Char – uma certa filiação romântico/surrealista que os distraídos nunca toparam em Manuel Alegre mas da qual ele já havia deixado algumas – talvez não tão explicitadas – pistas.
 
10€

28 de outubro de 2019

Manuel Alegre ― Obra poética (Prefácio de Eduardo Lourenço)

Publicações Dom Quixote / Lisboa, 1999. In-8º gr. de 853, [1] págs. Br.

Esta primeira grande recolha aqui já em versão aumentada abarcou Praça da Canção, O Canto e as Armas, Um Barco para Ítaca, Letras, Coisa Amar, Nova do Achamento (Carta de Pêro Vaz de Caminha a El-Rei D.Manuel), Atlântico, Babilónia, Chegar Aqui, Aicha Conticha, Vésperas de Batalha, Rua de Baixo, A Rosa e o Compasso, Com que Pena (Vinte Poemas para Camões), Sonetos do Obscuro Quê, Coimbra Nunca Vista, Alentejo e Ninguém, Che e Pico, além de uma secção final com mais cerca de meia centena de páginas de Dispersos e Inéditos.

20€ 

26 de outubro de 2019

Maria Teresa Horta ― Minha Senhora de Mim

publicações dom quixote (1971). In-8º de 93, [3] págs. Br.

Décimo-oitavo título publicado na colecção «cadernos de poesia», e um dos principais da autora, aqui na edição original; estando o exemplar valorizado pela dedicatória de oferta que escreveu e assinou ao crítico literário Ramiro Teixeira.
 
30€

 

Maria Teresa Horta ― Minha Senhora de Mim

Editorial Futura / Carlos & Reis, Lda. Lisboa 1974. In-8º de 91, [5] págs. Br.

Embora não o indique, trata-se da segunda edição daquele que talvez seja o título mais famoso da co-autora das Novas Cartas Portuguesas.

Exemplar com algum desgaste da capa, pequenos vincos exteriores de manuseio à cabeça e uma discreta assinatura no anterrosto.
 
10€

25 de outubro de 2019

Maria Teresa Horta ― Os Anjos

Litexa Portugal, 1983. In-8º de 120, [4] págs. Br.

Edição publicada na colecção De Viva Voz (dirigida por Artur Lucena).
Exemplar valorizado por autógrafo da autora, sem mais, na folha de rosto.
 
15€

24 de outubro de 2019

Casimiro de Brito ― mesa do amor

Colecção Linguagem. (Livros Época / Composto e impresso por Eurográfica Lda para Casimiro de Brito). In-8º de 78, [2] págs. Br.

Um dos primeiros livros do autor. Com capa de Eduardo Perestrelo, foi o segundo título de uma colecção que inaugurara um igualmente raro Corpo Agrário, de Nuno Guimarães.
Exemplar por estrear.
 
14€

23 de outubro de 2019

Casimiro de Brito ― intensités / intensidades

intensités / intensidades (traduit du portugais par robert massart)

l’arbre à paroles [SD - DL1999]. In-8º de 153, [3] págs. Br.

Edição publicada pela belga (valónia) Maison de la Poésie de Amay, impressa sobre bom papel com uma tiragem presumivelmente não muito ampla; quatro anos após a original em língua portuguesa.
O exemplar foi valorizado por dedicatória de oferta manuscrita pelo poeta à ensaísta portuense Vera Vouga.
 
20€

22 de outubro de 2019

Luísa Neto Jorge ― Os Sítios Sitiados

Plátano Editora, 1973. In-8º de 277, [3] págs. Br.

Foi a primeira grande recolha da poesia de Luiza, agrupando os livros antes dados A Lume (A Noite Vertebrada, Quarta Dimensão, Terra Imóvel, O Seu a Seu Tempo, Dezanove Recantos e O Ciclópico Acto), a que junta os inéditos Os Sítios Sitiados e O Amor e o Ócio.
Exemplar aparentemente por estrear, com o selo da portuense Livraria Unicepe. 

25€ 

21 de outubro de 2019

Luísa Neto Jorge ― O Seu a Seu Tempo

Ulisseia. Lisboa. (1966). In-8º de 60, [4] págs. Br.

Primeira edição, publicada na conhecida série «Poesia e Ensaio», reunindo os títulos «As propriedades e os estados da matéria», «Outra genealogia» e «O seu a seu tempo»; sob a direcção gráfica do pintor Espiga Pinto.
Exemplar em muito bom estado, descontando apenas a habitual mancha das duas folhas de guarda decalcadas de cada uma das abas, que com muita frequência aparece nos volumes da colecção.
 
25€

19 de outubro de 2019

Fiama Hasse Pais Brandão ― Três Rostos

assírio & alvim (1989). In-8º de 113, [7] págs. Br.

Volume publicado na colecção «Peninsulares/Literatura», com tiragem declarada de 1000 exemplares, este ainda por estrear; consta dos livros «Âmago II (Nova Natureza)», «Poemas Revistos» e «Arómatas e Ecos».
 
10€

18 de outubro de 2019

Fiama Hasse Pais Brandão ― Novas Visões do Passado

assírio & alvim / cadernos peninsulares | nova série | literatura 9. (1975). In-8º esguio de 69, [3] págs. Br. 

Edição original, com capa e direcção gráfica de Dorindo Carvalho.
Exemplar por estrear.


14€

17 de outubro de 2019

Fiama Hasse Pais Brandão ― O Texto de João Zorro

Editorial Inova / Porto (1974). In-8º de 258, [18] págs. Br.

Primeira (e salvo erro única) edição desta que foi a primeira recolha da produção poética de Fiama, a partir dos seus primeiros títulos publicados desde «Poesia 61»: Morfismos (1961), Barcas Novas (1967), (Este) Rosto (1970), aos quais aqui se junta o inédito  Era (1974). Publicada na colecção «Coroa da Terra» com um desenho de Ângelo de Sousa na capa e um retrato da antologiada, tirado por Egito Gonçalves, em fotogravura sobre folha destacada.
O exemplar conserva a folha de «correcções» que quase sempre falta.
 
25€  

15 de outubro de 2019

Sofia de Melo Breiner ― Antologia (2.ª edição, aumentada)

Círculo de Poesia – Moraes Editores, Lisboa / 1970. In-8º de 243, [1] págs. Br.

Recolhe composições de Poesia, Dia do Mar, Coral, No Tempo Dividido, Mar Novo, O Cristo Cigano, Livro Sexto e Geografia, acrescentando o apêndice final Arte poética. A edição original saíra dois anos antes, na igualmente famosa colecção «Poetas de Hoje», da Portugália.
Exemplar usado e desvalorizado precisamente por algumas marcas de uso – sendo as principais um pequeno rasgão na capa, sobre a base do encaixe, e uma assinatura de propriedade.

15

14 de outubro de 2019

Sofia de Melo Breiner ― Contos Exemplares

Contos Exemplares (3.ª edição, com um Prefácio de D. António Ferreira Gomes)

Portugália Editora (1970). In-8º de 195, [9] págs. Br.

85.º título publicado na célebre colecção «contemporânea», com a habitual capa de Câmara Leme, o volume apresenta na face inferior da dita capa um retrato de Sophia e nas abas apreciações críticas ao livro da pena de Álvaro Salema e José Palla e Carmo. É nesta edição que pela primeira vez aparece o longo paratexto do bispo do Porto aproveitado nas dezenas de edições seguintes que o livro conta até hoje.
Exemplar relativamente bem conservado, mas padecendo já a capa de algum desgaste.

14€        

12 de outubro de 2019

Cartas Portuguesas atribuídas a Mariana Alcoforado

Cartas Portuguesas atribuídas a Mariana Alcoforado (traduzidas por Eugénio de Andrade / acompanhadas do texto original publicado em Paris, Chez Claude Barbin, no ano de 1669 / desenhos de José Rodrigues / direcção gráfica de Armando Alves)

Editorial Inova Limitada (1969). In-8º gr. de 134, [10] págs. Br.

O próprio Eugénio de Andrade assinava primeiro o texto introdutório e a nota bibliográfica final que logo esclarecia: “A presente tradução, que me foi encomendada em 1957 pelo meu amigo José Cardoso Pires, foi feita sobre o texto da primeira edição das Lettres Portugaises” e cotejada com as compatriotas anteriores, das quais o poeta destacava a de Luciano Cordeiro (2.ª edição, de 1891, que também temos). Entretanto não publicada, conheceria aqui a sua estreia, a celebrar o 300.º aniversário da edição original francesa e a inaugurar uma colecção «arte de amar» que, salvo erro, não terá continuado.

Exemplar da tiragem comum, mesmo assim impressa sobre bom papel offset de 100 gramas e apresentando em folhas destacadas (in-texte, embora não numeradas) os seis desenhos de Rodrigues.
 
15€

Cartas Portuguesas atribuídas a Mariana Alcoforado (tradução)

limiar (1986). In-8º esguio de 78, [10] págs. Br.

Quinta edição, segunda publicada nesta série da «obra de Eugénio de Andrade», reproduzindo apenas o texto desta sua versão, sem as ilustrações que primitivamente o acompanhavam.
 
Bom exemplar.
 
8€

10 de outubro de 2019

Eugénio de Andrade ― Os Afluentes do Silêncio

Editorial Inova Limitada (1968). In-8º de 170, [12] págs. Br.

“Sem estes Afluentes do Silêncio, algo de essencial faltaria ao rio límpido da poesia de Eugénio de Andrade”, assim apresentava Óscar Lopes este volume que recolhe textos como «Imagem de Pascoaes», «Lembrança de Lorca para Pepe Montes», «Adeus a Manuel Ribeiro de Pavia», «Rosalía», «Resende entre a Angústia e a Esperança» (viria a conhecer edição independente), «António Nobre, de passagem» e «A Domingos Peres das Eiras, com umas violetas» (em introdução a Daqui Houve Nome Portugal; também conheceria edição independente, já aqui apresentada).

O exemplar apresenta um folheto de 1973 da Inova e, embora geralmente bem conservado, algum desgaste na capa e nas folhas extremas.
 
18€     

9 de outubro de 2019

Eugénio de Andrade ― Antologia Breve

Antologia Breve, seguida de Da Palavra ao Silêncio/Eugénio de Andrade/Prefácio de Óscar Lopes

Editorial Inova Limitada. (1972). In-8º de [4], 88, [8] págs. Br.

Primeira edição desta recolha, publicada na colecção «Duas Horas de Leitura», com a capa ilustrada na frente por um retrato fotográfico do autor e atrás por uma fotografia das Fontainhas, no Porto, tirada por José Rodrigues. «Da Palavra ao Silêncio» colige textos de entrevistas concedidas por Eugénio de Andrade, aqui reproduzidas em montagem feita pelo próprio. Além do prefácio, o volume transcreve, em folha preliminar, apreciações sobre Eugénio de António José Saraiva, Eduardo Lourenço, João Rui de Sousa, Jorge de Sena, Marguerite Yourcenar e Vergílio Ferreira.
 
Exemplar valorizado por dedicatória de oferta manuscrita pelo autor.
 
22€

7 de outubro de 2019

Eugénio de Andrade (org.) ― Memórias de Alegria

Memórias de Alegria (antologia de verso e prosa sobre Coimbra no Centenário da Geração de 70) / Organizada e prefaciada por Eugénio de Andrade / Selecção artística e direcção gráfica de Armando Alves

Editorial Inova Limitada. In-4º de 573, [ ] págs. Enc.

Seguindo o modelo do sucesso editorial que fôra (e continuaria a ser até hoje) a antologia Daqui Houve Nome Portugal, dedicada ao Porto, o mesmo editor e o mesmo antologiador replicá-lo-iam aqui com Coimbra – por qualquer razão, ao contrário do primeiro, este não mais seria reeditado –, aumentando a representação iconográfica. Só Lisboa, talvez por pouco dizer a Eugénio, não conheceria empreendimento semelhante.
Tal como em 1968 com a primeira das muitas edições da antologia de literatura portuguesa sobre o Porto, também nesta houve uma tiragem especial de 250 exemplares (+26) e uma outra, corrente, de 1200 (+100); embora neste caso ambas com as mesmas dimensões. O exemplar aqui apresentado, bastante mais bem conservado do que é habitual, pertence à série comum, encadernada em couro sintético com sobrecapa em papel e impressa de resto em papel offset de 90 gramas.
 
45€       

5 de outubro de 2019

Luís Miguel Nava ― O essencial sobre Eugénio de Andrade

incm (1987). In-12º de 64 págs. Br.

É inédito o «Esboço Biográfico» de Eugénio de Andrade que para esse efeito abre o volume, seguindo-se dois textos já antes publicados e entretanto revistos para esta edição: os propriamente exegéticos «O Erotismo e a Natureza» e «A Escrita».
 
5€

4 de outubro de 2019

Arnaldo Saraiva ― Eugénio de Andrade

Círculo de Leitores (1987). In-8º de 117, [9] págs. Br.

A recolha consta de um ensaio biográfico, uma longa reposição bibliográfica e uma antologia de textos sobre Eugénio; de quem se apresenta também, a meio do volume, em folhas de papel couché, uma selecção fotográfica.
Exemplar valorizado por dedicatória de oferta manuscrita pelo autor. 
 
10€

 

2 de outubro de 2019

Arnaldo Saraiva — Literatura Marginalizada

Literatura Marginalizada: Vanguarda, Tradução, Crítica, Literatura Pobre, Linguagem e Política, Gralha / Sobre o slogan “O povo unido jamais será vencido”

Porto, 1975 (composição e impressão de rocha / artes gráficas – Vila Nova de Gaia). In-8º de 168, [4] págs. Br.

O volume reúne nove textos acerca dos temas enunciados em subtítulo, alguns (se não todos) dos quais já antes publicados. 
Exemplar com marcas de uso.
 
7€