livraria on-line

bibliographias@gmail.com / 934476529

.

.

16 de dezembro de 2014

Emilio Bossi ― Jesus Christo nunca existiu

Jesus Christo nunca existiu / (Edição completa) / Traducção de Augusto de Castro // 4.ª edição

Editor: João Carneiro, Livraria do Povo Silva & Carneiro – Travessa de S. Domingos, 60. Composto e impresso na Typographia A. M. Antunes – Calçada da Glória, 6 a 10 – Trav. do Fala-Só, 1 e 5. Lisboa. 1909. In-8º peq. de 78, [4] págs. Br.

Pretendido um “exame que é absolutamente estranho a qualquer conceito theologico ou anti-theologico” e que “não visa outro fim que, só por amor á verdade, demonstrar que Jesus Christo nunca existiu”, o livro inclui as grandes secções de capítulos: «Christo na Historia», «Christo na Biblia», «Christo na Mythologia» e «Formação Impessoal do Christianismo»; tendo a capa – no exemplar, já com pequenas falhas – decorada por uma ilustração, não alusiva, em estilo Arte-Nova. Publicada na colectânea «Bibliotheca Popular», esta tradução foi uma das poucas conhecidas e um dos primeiros trabalhos literários de Augusto de Castro.

8